9 de jun de 2008

Poesias recebidas durante a Semana Municipal de Meio Ambiente

"Poluição e Desmatamento", por Graziele Luíza Dick
(EEEM Crescer - 5ª 2)

Olho para a esquerda e vejo lixão
Olho para direita e vejo poluição
E penso: temos que nesses homens dar uma lição
Para salvarmos o nosso Mundão

Os homens matam as árvores
E vão para outro lugar para desmatar
Só de imaginar isto começo a chorar!

Em vez de desmatar
Devemos plantar
Assim felizes
Iremos ficar!


"Meio ambiente", Tiago Ezequiel da Rosa
(EEEM Crescer - 6ª 3)

Eu estou contente
Estou de bem com o meio ambiente
Mas quando vejo na televisão
Uma grande destruição
Muitos peixes morrendo
E a água apodrecendo
A água se contamina
Com o veneno que vem da Usina
O homem é ruim e não põe no pensamento
O mal que ele está causando
Fazendo o desmatamento
Meu amigo e minha amiga,
Não siga esta opção
Pois está prejudicando a si
E também a população
E agora eu falo para terminar meu poema
Pense bem no que eu disse
Para depois não causar um grande problema


"Meio ambiente", por Caroline Maria Rabuscke, 14 anos
(EEEM Sebastião Jubal Junqueira, Vila Deodoro).

O meio ambiente, gente
Está morrendo, e ninguém vai ajudar
O meio ambiente está doente.
Não adianta só falar
Precisa de ação
Não adiante ter só bom coração.
Se ninguém tem reação.
E olha só o lixo no chão!
Ninguém tem consciência?
A terra está em plena falência
Será que nos falta inteligência?
Ou será mal da nascença
As cidades estão imundas,
E de quem será a culpa?
Será que resposta tem?
Será que alguém vem
Assumir a responsabilidade
Sobre essa criminalidade
Humana? Sacana?
Até parece diversão
Quando queimam a mata
Que da lugar a plantação.
Já virou até tradição!
E quantos bichos já estão em extinção?!
Por falta de colaboração.
É preciso ter conscientização!
Será que nossos filhos tem futuro?
Como nossos filhos viverão?
No caos desse mundo, mundo imundo
Mergulhado na destruição?
Talvez até lá...
O bicho homem vai estar em extinção!!!

"Meio ambiente", Por Ivanize
(EEEM Sebastião Jubal Junqueira, Vila Deodoro - turma 102).

Existe lixão,
Não sei por que tanta gente,
Joga lixo no chão,
Seja consciente.

É plantando,
E amando,
Que a gente,
Mantém o meio ambiente.

Não faça poluição,
Seja um bom cidadão,
Seja inteligente,
Mesmo nem todos sendo inocente.

Cuide com atos de destruição,
Os agrotóxicos provocam morte das pragas,
só que a praga é a contaminação.

Todo problema tem solução
Mas precisa de colaboração,
Temos que controlar a destruição.

2 comentários:

Anônimo disse...

gostei de todos muiito legal...
só basta o pessoal parar para pensar e fazer o certo...[:P]

Anônimo disse...

Gostei mto de todos os poemas, usei até um deles para fazer um cartaz da escola.o poema foi que eu usei foi : Meio ambiente", Tiago Ezequiel da Rosa
(EEEM Crescer - 6ª 3)

Parabens a todos que fizeram poemas lindos mesmo.

Agora com tudo isso é só o pessoal ter consciensia e parar de destruir tudo o q é deles mesmo !!