5 de jan de 2007

Megadiversidade

Venâncio Aires, Dezembro de 2006


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) é um órgão da administração municipal que tem como principais atribuições licenciar, fiscalizar e educar para a conservação do meio ambiente.

Criada em 2003 pela Lei Municipal n° 3.141, a SEMMA de Venâncio Aires foi uma das pioneiras em municipalizar o licenciamento ambiental, agilizando os processos de impacto local.

A partir de hoje, a SEMMA terá um espaço quinzenal na Folha do Mate que terá como principais objetivos a educação ambiental, a comunicação e a divulgação das atividades da SEMMA.

***

BRASIL, país de megadiversidade

A entidade Conservation International (CI) adotou o termo “país de Megadiversidade” para caracterizar os países mais ricos em biodiversidade do mundo. O principal critério de classificação é o número de plantas que só ocorrem naquele local, chamadas de endêmicas. Além disso, são também considerados o número de espécies endêmicas em geral e o número total de mamíferos, pássaros, répteis e anfíbios. Neste cenário, o Brasil é campeão de biodiversidade terrestre, reunindo quase 12% de toda a vida natural do planeta com 55 mil espécies de plantas superiores (22% de todas as que existem no mundo), muitas delas endêmicas; 524 espécies de mamíferos; mais de três mil espécies de peixes de água doce; entre dez e 15 milhões de insetos e mais de 70 espécies de psitacídeos: araras, papagaios e periquitos. Infelizmente, tanta riqueza de espécies e diversidade de biomas não nos torna livres de ameaças, desmatamentos, extinções, pelo contrário. Espécies endêmicas e/ou raras têm mais chance de desaparecerem pela destruição de seu hábitat, poluição ou qualquer outro fator que altere o ambiente ou sua população (uma doença, por exemplo). No Brasil, o bioma Mata Atlântica, encontra-se seriamente ameaçado. Hoje, há apenas 5% da floresta original. Com isso, inúmeras espécies desapareceram e muitas estão em risco de extinção. Só no Rio Grande do Sul, na Lista de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção no Rio Grande do Sul, 261 espécies de esponjas, moluscos, crustáceos, insetos, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos estão ameaçadas em algum grau ou já extintas regionalmente. Sendo assim, o país campeão de megadiversidade é também um dos mais ameaçados e frágeis do planeta. Neste cenário, cabe a cada cidadão refletir e se perguntar: como posso fazer, pelo menos, a minha parte? (Mariana Faria-Corrêa - bióloga).

***

SEMMA: A SEMMA conta hoje com três técnicos e dois funcionários. O engenheiro agrônomo Fernando Heissler é quem responde pela Secretaria, além de realizar as atividades de Licenciamento e Fiscalização. A bióloga Mariana Faria-Corrêa é responsável pelas áreas de Manejo Florestal, Fauna Silvestre e Educação Ambiental e também exerce atividades administrativas e de divulgação da Secretaria. Também faz parte da SEMMA o geólogo André Silveira, responsável pelas minerações do Município, o Fiscal Getúlio Sehn e o funcionário Olívio Both.

***

COMDEMA: O Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMDEMA), reativado na metade do ano de 2006 durante a Semana do Meio Ambiente, tem se reunido mensalmente. As reuniões ocorrem todas as primeiras terças-feiras de cada mês na Sala de Conselhos (Secretaria de Habitação), às 8h e são abertas ao público em geral. Em reuniões extraordinárias está sendo discutido o Plano de Arborização Urbana. Dia 5 de dezembro foi realizada a última reunião do ano. O COMDEMA entrará em recesso até dia 6 de março de 2007, quando será realizada a primeira reunião ordinária de 2007. Mais informações pelo site: http://geocities.yahoo.com.br/comdema_va

Nenhum comentário: